Mostrar mensagens com a etiqueta ; Recrutamento. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta ; Recrutamento. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, janeiro 24, 2017

Empresa familiar II – Planeamento da continuidade

Em artigo anterior assumi o compromisso de escrever sobre o planeamento da continuidade da empresa, e adientei que deveria ser apoiado por um mentor que possa ajudar a família no processo de transição geracional.

Um desejo normal de qualquer família é o de incorporar os seus filhos na empresa, dar-lhe os conhecimentos e ferramentas práticas para que os seus herdeiros possam assumir funções de direcção e coordenação da empresa, e assim minimizar os riscos de desaparecimento no processo de mudança geracional.

Independentemente de muitas circunstâncias o exemplo seguinte é um típico caso de uma empresa familiar que evolui alinhadamente com o crescimento da família:
- Fundação: Pais de 25 a 30 anos e os filhos até 9 anos de idade;
- Crescimento: Pais de 30 a 40 anos e o filhos até 20 anos de idade;
- Desenvolvimento: Pais de 40 a 50 anos e os filhos até 30 anos de idade e a entrarem na empresa;
- Expansão: (maioridade). Pais de 50 a 60 anos, filhos até 30 anos e netos até 9 anos;
- Consolidação: (maturidade). Pais de 60 a 70 anos, filhos até 40 anos, netos até 20 anos de idade;
- Institucionalização e renascimento: Pais de 70 a 80 anos (reformados), filhos de 40 a 60 anos (na direcção da empresa) e netos à procura de emprego.

Uma correcta preparação do Plano de Sucessão evita as elevadas taxas de mortalidade deste tipo de empresas!

Quem deve ser o sucessor?

É uma pergunta para a qual não existe resposta, no entanto dou-lhe um conselho imediato, não se deixe enganar por laços de afectividade ou proximidade. A decisão deverá ser empresarial.

Será pois importante que a família se questione se quer continuar a ter uma empresa familiar e quais os valores, visão e missão que querem conservar e transmitir às gerações vindouras.
Por isso é necessário que hajam convicções muito fortes sobre:
- Que tipo de Empresa Familiar quer ser;
- Que espera da Empresa Familiar;
- Qual o rendimento que quer ter;
- Quais os interesses comuns da família e da empresa;
- Como vê a empresa num longo prazo.

Nas empresas familiares o esforço, a dedicação, e o empenho dos membros da família, deverão ser orientados para que haja continuidade do negócio.

Na maioria das vezes, é difícil de escolher, ou não existem na família pessoas com perfil ou experiência e competência para liderar pessoas e projectos, sendo difícil a nomeação de um sucessor. As afectividades familiares sobrepõem-se às necessidades da empresa, e muitas vezes sacrificam-se empresas para não afectar a relação familiar.

Por vezes o dono da empresa tem o dilema de necessitar de despedir um filho ou familiar próximo e não o faz para não perturbar a relação familiar.
A nebulosidade que se estabelece entre os sentimentos pessoais e o interesse da empresa, levam muitas vezes ao adiamento de decisões que se reflectem negativamente na empresa.

Uma estratégia será a elaboração de um diagnóstico adequado à situação da família e da empresa e a criação de um plano integral que englobe a família o crescimento da empresa e a expansão do património. Este plano integral deverá ser apoiado por pessoa externa de confiança com vontade de apoiar a família e empresa a atingir os objectivos.

Quando um mal afecta toda a família é normal irem todos ao médico, onde são analisados e confrontados os diversos sintomas, sendo posteriomente efectuado um diagnóstico. Depois o médico planeia e recomenda os tratamentos necessários.

Normalmente há algum receio dos donos das empresas em realizar este diagnóstico porque podem ser realçados alguns problemas familiares que comummente são intimidades da família.

Será fácil relacionar o processo de melhoria da empresa familiar com o que sucede com a recomendação do médico, pois também é iniciado com um diagnóstico da situação actual da Empresa, da Família e do Património.

Normalmente encontram-se na família valores comuns, vontade de participar, cooperação e compromisso. Estes valores podem ser geradores de bons resultados.

Deverá ser efectuado um plano integral de desenvolvimento de cada pessoa da família, de toda a família e da empresa.

Nesta economia globalizante uma empresa familiar que não prepare e execute este planeamento integral: pessoa-família e empresa, é praticamente impossível que cresça, seja competitiva e tenha futuro.

Dado que os problemas principais são o Governo e Continuidade da Família, a criação de um Conselho de Família e outro da Empresa poderão ser instrumentos que podem garantir a gestão da continuidade.

A função destes conselhos são a procura de soluções para resolver os problemas críticos e a gestão da continuidade, pois deverá aprovar as orientações estratégicas da empresa.

Se não for efectuado este tipo de planeamento o risco da empresa desaparecer, ou eventualmente ser adquirida quando estiver fragilizada, é muito grande.

Sonhar é natural no ser humano. Planear é desenhar os caminhos para atingir o sonho. Há pois que associar a inteligência e engenho, decidir com vontade e estratégia para atingir o objectivo. A condução da carruagem deverá ser executada de forma profissional por quem tiver a paixão por atingir esse sonho (pode ser ou não uma pessoa da família)

É fundamental PROFISSIONALIZAR e criar uma empresa comercialmente rentável que funcione para a família mas não necessite da família.

Armando Fernandes

segunda-feira, dezembro 26, 2016

Sessão Diagnóstico e Coaching de Negócios - GRÁTIS


Às Quintas - Sessões de Diagnóstico e Coaching de Negócios (OFERTA GRÁTIS)

Todas as Quintas Feiras das 14h30 às 18h30.

O Business Coach / Consultor de Negócios Armando Fernandes criou um Gabinete de Atendimento para empreendedores.

Tem como principal objectivo aconselhar e, motivar e dar ferramentas a quem é proprietário ou gere negócios e empresas


Funciona todas as quintas-feiras das 14h30 às 18h30m.


O atendimento é realizado em períodos de 60 minutos, é gratuito pode efectuado em reunião presencial,  por telefone ou  por skype (Sujeito a pré marcação).


A experiência profissional de muitos anos na Consultoria de Gestão e Coaching de Negócios, assim como os diversos êxitos conseguidos, reportados de seguida, comprovam a eficácia dos métodos usados:
  • Aumento de Vendas de 20% a 30% num período de 6 meses;
  • Aumento do número de clientes;
  • Aumento dos resultados de 30% a 40% por ano,
  • Primeiras férias de 1 mês que o Gerente conseguiu retirar nos últimos 5 anos;
  • Diminuição significativa dos prazos de recebimentos;
  • Uma efectiva gestão do tempo;
  • Controlo das finanças da empresa;
  • Dar por finda a conflitualidade entre os membros da equipa, e colocá-la a funcionar como tal;
  • Conseguir recrutar empregados que se tornaram verdadeiros colaboradores.
Por isso, se:
  • vai criar um novo negócio;
  • quer melhorar a gestão finaceira do seu negócio;
  • quer ter um plano para conseguir mais clientes e vendas;
  • quer melhorar a produtividade dos seus empregados;
  • quer recrutar as pessoas certas para o lugares certos;
  • quer melhorar a sua liderança;
  • quer efectuar uma gestão de tempo eficaz;
  • quer ter um Plano de Marketing produtivo;
  • quer integrar um filho ou familiar na gestão da empresa.
Não hesite, efectue a sua inscrição dos seus 60 minutos:
Business Coach e Consultoria de Negócios
Rua Adriano Correia de Oliveira
Bairro Vila Morena Lote 21
2560-619 Torres Vedras
Tlf.: ´ +351 261 100 003
Tlm.: +351 934 515 241
www.personal-business-coach.pt
armando.fernandes@net.novis.pt


quinta-feira, fevereiro 25, 2016

Procuramos Representantes (Agentes) Comerciais (rendimento médio superior a 1.000€)

Procuramos Representantes (Agentes) Comerciais (rendimento médio superior a 1.000€)

Empresa portuguesa reconhecida nacional e internacionalmente necessita de Representantes (Agentes) Comerciais para efetuar prospeção e vendas das suas soluções. 

LOCAL 
·         Território nacional (fundamentalmente  nas Capitais de Distrito), Espanha e Palops.

FUNÇÃO:
·         REPRESENTANTE COMERCIAL /AGENTE COMERCIAL A COMISSÃO

DESCRIÇÃO OFERTA
·         Procuramos 8 agentes comercias livres a comissão para todo o país  
A função consiste em promover os  serviços da empresa e obter vendas junto de empresas e empresários em nome individual que necessitem destes serviços.. 

PERFIL DO CANDIDATO
·         Procuramos uma pessoa dinâmica, séria e comprometida, com experiência como agente comercial livre a comissão, que tenha facilidade de comunicação telefónica e presencial. 
·         Valorizamos o trabalho pessoal com outras marcas ou produtos que não sejam concorrência do nosso serviço e que tenham redes de contato empresariais. 
·         Requisitos fundamentais:
o     Facilidade de Comunicação, 
o    Telefone próprio,
o   Disponibilidade e vontade de vencer.

OFERTA
Oferecemos:
·         contrato de agente  comercial à comissão  (de salientar que um vendedor com um nível de vendas médio retirará mais de 1.000€ de comissões mensais);
·         formação em vendas;
·         apoio e  assistência comercial no processo de venda  (temos centro de atendimento pré e pós venda (telefónico e via e-mail);
·         meios de marketing em português nomeadamente catálogo de soluções para abordagem com sucesso [AF] visando comercialização;
Não exigimos exclusividade e o trabalho pode ser realizado em part time!

PRAZO DE CANDIDATURA
·         As Candidaturas são aceites até dia 6 de março (inclusive).
RESPOSTA PARA O SEGUINTE ENDEREÇO DE CORREIO ELETRÓNICO:
  
NOTA: Estamos perante um processo de recrutamento eticamente responsável, por isso:
·          Respondemos a todos os candidatos;
·         Os Candidatos escolhidos na primeira fase terão de responder a pequeno inquérito;
·         Haverá uma entrevista e formação coletiva dos candidatos escolhidos;
·         Entrevista individual;
·         Assinatura de contrato de Agente ;

·         Formação em técnicas de prospeção, venda e processo de venda dos serviços da empresa.

domingo, fevereiro 21, 2016

Como Recrutar e integrar um trabalhador - Uma metodologia com sucesso!

Artigo mais lido neste blog no últimos 2 anos! 

Estou a realizar um processo de recrutamento de acordo com esta metodologia!

Tenho efectuado nos últimos 5 anos vários recrutamentos de vendedores, técnicos, secretárias e especialistas para os meus clientes.
Tenho uma metodologia própria para o processo de recrutamento e integração que passa por diversas fases.


Para o Recrutamento:
  1. Análise das necessidades de pessoal do meu cliente
  2. Alinhamento do envolvimento no processo de recrutamento
  3. Definição dos Perfis e responsabilidades
  4. Desenho do processo e sua envolvente
  5. Desenho da organização após o recrutamento
  6. Escolha e Criação das provas e testes
  7. Escrita e publicação de anúncio
  8. Recepção de Candidaturas;
  9. Aceitação das Candidaturas;
  10. Envio dos questionários de Pré-selecção
  11. Recepção dos Questionário de Pré-Selecção;
  12. Análise dos Currículos e questionário de Pré-selecção e escolha dos candidatos para fase seguinte;
  13. Convocatória dos candidatos
14. Entrevista colectiva com os Candidatos; Reunião com os Candidatos onde é efectuada a apresentação da empresa e dos desafios.
15. Estabelecimento da lista de candidatos finais;
16. Convocatória dos Candidatos para entrevista final
17. Entrevista final;
18. Escolha e assinatura de contrato legal e contrato de posição


Para admissão e integração:
  1. Recepção do colaborador
     1.1. Explicação das regras de funcionamento da empresa
     1.2. Missão e Visão
     1.3. Cultura e Regras
     1.4. Deontologia
     1.5. Protecção de dados
     1.6. Confidencialidade
 2. Padrões de Qualidade
 3. Normas do Sector
 4. Organograma
    4.1. Hierarquia
    4.2. Quem responde?
    4.3. Relações entre pessoas
 5. Produtos e Serviços
 6. Público Alvo
 7. Politicas de Pessoal
    7.1. Regulamentos disciplinares
     7.2. Horários
     7.3. Regime de faltas
     7.4. Férias e Feriados
     7.5. Atrasos
     7.6. Remuneração, regalias e prémios
     7.7. Regras de Higiene e Segurança no trabalho
     7.8. Vestuário
 8. Formação
 9. Segurança das instalações
 10. Equipamentos e instalações
 11. Entrega de materiais e equipamentos e responsabilização pelos mesmos
 12. Funções e plano de integração
     12.1. Descrição e debate sobre as funções e responsabilidades
     12.2. Plano de Delegação de Tarefas
     12.3. Responsabilidades Pessoais
     12.4. Responsabilidades partilhadas
 13. Integração e acompanhamento, com entrega estruturada de responsabilidades e delegação de actividades
 14. Acompanhamento e avaliação mensal, trimestral e semestral.

O facto é que o uso desta metodologia tem gerado sucessos enormes pois nos recrutamentos e integração com esta metodologia geraram empregos duradouros, níveis de produtividade elevados e satisfação dos meus clientes.

Armando Fernandes

Business Coach



terça-feira, maio 05, 2015

“Pare, escute e olhe?” - Diagnóstico ao seu negócio



Hoje estás focado num problema. É bom! Podes resolvê-lo já. Empreender é planear o amanhã!


“Pare, escute e olhe?” 


PARE! Durante algumas horas para fugir da rotina e concentrar-se no que é importante para o seu negócio.

ESCUTE! Venha tomar conhecimento da visão de um Consultor de Negócios Independente.

OLHE! Visualize o seu futuro e da sua empresa e estabeleça o seu rumo.

Por isto venho convidá-lo(a) para uma reunião de diagnóstico do seu negócio e de preparação para o Planeamento.      


OFERTA 30% de desconto 

Nesta Reunião iremos abordar os seguintes temas:

* Quais as oportunidades que nos surgem dos mercados?
* A sua empresa está a trabalhar com eficiência?
* Quais as expectativas dos seus clientes?
* A sua rede de distribuição está adaptada ao mercado?
* As suas finanças são saudáveis?
* O tempo é um bem escasso. A sua empresa utiliza-o bem?

Tome desde já a sua iniciativa pois só consigo efectuar 10 reuniões por mês pois tenho de respeitar os meus compromissos com clientes.

Marque uma reunião para Diagnóstico e Planeamento de Negócio por correio electrónico armando.fernandes@net.novis.pt  ou

 Tlf: 261100003   tlm: 934515241

Testemunhos de Clientes que planearam os seus negócios e o seu marketing com o meu apoio:

* “Pela primeira vez em 20 anos como empresário aprendi a planear o marketing e vendas"
* "Consegui perceber alguns erros que fiz. Com este trabalho aprendi bastante e espero não cometer esses erros mais vezes"
* “Tentei várias vezes reorganizar o meu negócio, mas só agora com esta visão sistematizada consegui fazê-lo. Actualmente estou a vender mais 12% e trabalho menos horas. Pela primeira vez consegui delegar tarefas.”
* “Vim a trás de uma ideia para melhorar o meu negócio. Aprendi a semear e a planear a colheita. A ideia concretizou-se.”

Armando Fernandes
Business Coach

segunda-feira, abril 27, 2015

12 Ideias e atitudes para construir uma verdadeira liderança

Gostaria de partilhar estas ideias que forma compiladas ao longo da minha experiência como Business Coach, liderança de em várias atividades empresariais e associações, as nas últimas experiências como Presidente do Torres Toastmasters!

12 Ideias e atitudes para construir uma verdadeira liderança

1º A construção de um ambiente de trabalho positivo de elevados padrões é fundamental para que se consigam grandes resultados!

2º Fixar bem quais os valores da instituição, aproveitando ou criando valores intrínsecos e instituindo politicas de organização e gestão com elevado padrões de desempenho assentes nesse valores.

3º Criar um ambiente positivo, com objetivos e linhas de orientação que influenciem os colaboradores e os coloque devidamente alinhados para seguirem os caminhos necessários!

4º Definir uma estratégia assente em processos que sirvam para a sua implementação, desenvolvimento, monotorização e revisão!

5ª Da parte do Líder um entendimento total dos aspetos operacionais da atividade bem como a capacidade de escutar e comunicar, promovendo a inovação, e  procurando recrutar aqueles que se adaptam melhor aos seus fins estratégicos!.

6º Promover a formação e o aumento do conhecimento de todos os colaboradores e colocar essas aprendizagens em toda a organização. A liderança é assumida através da responsabilidade de comandar e distribuir a informação,  formação e resultados!.

7ª Promover e melhorar a qualidade da organização e gestão a todos os níveis, assegurando que as rotinas e problemas sejam trabalhados como desafios!

8ª A remuneração, os prémios e os incentivos significam a redistribuição do bem comum produto do esforço e trabalho de todos!

9ª Desenhar uma estrutura orgânica assente no apoio ao sucesso em ambiente competitivo, criando relações funcionais assentes em objetivos específicos, e em prazos e condições exequíveis!  

10ª Criando condições para mentoring, acompanhamento, avaliação e tutela dos processos para conseguir apoiar a obtenção dos resultados desejados.

11ª Influenciando as operações diárias da atividade coordenando e planeando!

12ª Finalmente assegurar que o barco segue o seu rumo, questionando constantemente as ações e as estratégias, fazendo algumas perguntas: «Porquê?>, «E se?» e «O que necessitam para?»

Armando Fernandes
Business Coach

sexta-feira, abril 24, 2015

Portugal 2020 . Iniciativa da 84k no Sobreiro Curvo

Realizou-se no passado dia 11 de Abril este debate.

Se necessitar de esclarecimentos sobre os projetos pode entra em contato com algum dos oradores ou comigo que conduzi o Debate (934515241 ou armando.fernandes@personal-business-coach.pt  )

Junto publicação do Jornal Badaladas de 24 de abril


segunda-feira, março 23, 2015

Workshop - 15ª Edição - Como criar e dirigir uma Equipa de Vendas - 9 de abril de 2015


Como criar e dirigir uma equipa de vendas

Como criar e dirigir uma Equipa de Vendas

Destinada a:

Proprietários de empresas
Diretores e Chefes de Venda

quinta-feira 9 de abril de 2015
Das 14h05m às 18h25m

Rua Adriano Correia de Oliveira lote 21
Bairro Vila Morena
2560-619 Torres Vedras

Temas a abordar:

- O Mercado
- As Vendas
- Identificação de Objectivos
- Competências de Liderança e Coaching
- Gestão de Contas
- As grandes contas
- Gestão de rotas
- Funções e disfunções na equipa dec vendas
- Direcção e Coordenação Comercial
- Ferramentas para medição de Resultados
- Recursos Humanos e Direcção Comercial
- Recrutamento e remuneração
- Gestão de Vendedores

Preço
70,00€

PROMOÇÃO
Desconto de 50% na inscrição de segunda pessoa
Para mais Informações:
Armando Fernandes — Business Coach
Tlf: 261100003
Fax: 261100006
Tlm: 934515241
armando.fernandes@personal-business-coach.pt
www.personal-business-coach.pt
blog: itaca-pensamento.blogspot.com
Certificado de Formador nº EDF 469102/2008 DL

quinta-feira, agosto 14, 2014

Próximas Workshops para Empreendedores

workshops-fev-abr-2014
bc

Seminários e Workshops para

EMPREENDEDORES

e seus colaboradores

Como criar e dirigir uma Equipa de Vendas
terça-feira 16 de setembro de 2014 das 14h05m às 18h25m

Gestão e organização das atividades no Tempo
terça-feira 23 de setembro de 2014 das 14h05m às 18h25m

Como fazer uma prospeção. O funil das Vendas
terça-feira 7 de outubro de 2014 das 14h05m às 18h25m

Gestão de Empresas Familiares
terça-feira 21 de outubro de 2014 das 14h05m às 18h25m

Criação de Modelo de Negócio
terça-feira 4 de novembro de 2014 das 9h05m às 18h25m

Vendas - Conquistar e manter clientes
terça-feira 18 de novembro de 2014 das 14h05m às 18h25m

Como Fazer Reuniões?
terça-feira 2 de dezembro de 2014 das 14h05m às 18h35m

O meu plano para 2015
terça-feira 16 de dezembro de 2014 das 9h05m às 18h35m

 

PROMOÇÃO

 

Traga um amigo ou parceiro de negócios!

Descontos para mais de uma inscrição!

 

Para mais Informações:

Armando Fernandes - Business Coach

Tlf: 261100003;
Fax: 261100006;
Tlm: 934515241
armando.fernandes@personal-business-coach.pt
www.personal-business-coach.pt
http://itaca-pensamento.blogspot.com

LOCALIZAÇÃO

 

Armando Fernandes
Coaching e Consultoria para apoio a Empresários
Em TORRES VEDRAS
Bairro Vila Morena lote 21
2560-619 Torres Vedras

 

domingo, fevereiro 16, 2014

Já se nasce vendedor?


       Num artigo que coloquei neste blog  sobre o tema  “Vender –  Procuro um conceito!” escrevi que “… vender hoje é um processo, altamente profissional, rigoroso, estruturado, e apoiado por um colectivo dotado de conhecimentos multidisciplinares e científicos, que os usam para ajudar outros a comprar!”
Também apresentei  noutros artigos algumas ideias sobre Clientes,
Hoje vou falar um pouco de Vendedores.
Há uma ideia de que “vender é um dom natural” e que é inato, e que não se aprende a vender.
Outras pessoas dizem que organização e métodos de venda se destinam a preparar aqueles que não estão predestinados a serem vendedores.
Tenho realizado muitos processos de selecção de vendedores e já fiz mais de 500 entrevistas a candidatos a vendedores em 14 processos de recrutamento e só consegui encontrar 5 pessoas com elevadas capacidades para vender, e 28 com capacidades suficientes.
Acompanhei  o processo de integração de alguns destes vendedores nas empresas e por isso alterei o meu ponto de vista relativamente a vendedores eficazes e com resultados.
Pois ajudei a implementar métodos de vendas eficazes que estas pessoas ajudaram a edificar e integrei-as. Os resultado forma muito positivos pois mais de 60% melhoraram as suas capacidades comerciais e realização mais em melhores vendas.
Quando estou a dar formação costumo perguntar ao auditório que características mais importantes deverá ter uma pessoa para ser bom vendedor?
Quase todos me indicam a facilidade de expressão com característica fundamental para comunicação.
Acredito que é uma característica a tomar em conta, no entanto o que normalmente acontece às pessoas com este tipo de características é que têm dificuldade em ouvir. E quem não ouve o seu interlocutor não pode ser um  bom vendedor!
Também costumam afirmar que a arte de vender é um dom inato! Será?
Não me parece e por isso costumo lançar um debate entre os formando para conseguirmos em primeiro lugar descobrir quais as qualidades de um vendedor.
Numa das últimas workshops concluímos que um vendedor deveria ter as seguintes qualidades;
·         Saber ouvir;
·         Compreender;
·         Empenho em ajudar o cliente a comprar;
·         Envolvimento com o cliente e com a empresa;
·         Dedicação;
·         Regularidade;
·         Fiabilidade;
·         Honestidade
·         Coerência
·         Consistência
·        
Estas qualidades ultrapassam a facilidade de expressão e argumentação e não são inatas!
Considerando o conceito de venda com que iniciei este artigo um bom vendedor é aquele que consegue interagir e criar empatia com o cliente, e para isso qualquer pessoa desde que esteja interessada em sociabilizar pode ser um bom vendedor, e para se tornar num bom vendedor com formação e treino pode melhorar as suas competências, aperfeiçoar a sua experiência e mudar os seus paradigmas para realizar a transformação pessoal que o torne idêntico aos 5 vendedores que encontrei nos processos de recrutamento.
Por acreditar, e prestar formação e treino em metodologias para melhorar as competências das pessoas que querem ser vendedores entendo que um bom vendedor não é inato!

Armando Fernandes
Business Coach

quinta-feira, dezembro 05, 2013

Como Recrutar e integrar um trabalhador - Uma metodologia com sucesso!

Tenho efectuado nos últimos 5 anos vários recrutamentos de vendedores, técnicos, secretárias e especialistas para os meus clientes.
Tenho uma metodologia própria para o processo de recrutamento e integração que passa por diversas fases.

Para o Recrutamento:

  1. Análise das necessidades de pessoal do meu cliente
  2. Alinhamento do envolvimento no processo de recrutamento
  3. Definição dos Perfis e responsabilidades
  4. Desenho do processo e sua envolvente
  5. Desenho da organização após o recrutamento
  6. Escolha e Criação das provas e testes
  7. Escrita e publicação de anúncio
  8. Recepção de Candidaturas;
  9. Aceitação das Candidaturas;
  10. Envio dos questionários de Pré-selecção
  11. Recepção dos Questionário de Pré-Selecção;
  12. Análise dos Currículos e questionário de Pré-selecção e escolha dos candidatos para fase seguinte;
  13. Convocatória dos candidatos
14. Entrevista colectiva com os Candidatos; Reunião com os Candidatos onde é efectuada a apresentação da empresa e dos desafios.
15. Estabelecimento da lista de candidatos finais;
16. Convocatória dos Candidatos para entrevista final
17. Entrevista final;
18. Escolha e assinatura de contrato legal e contrato de posição

Para admissão e integração:

  1. Recepção do colaborador
     1.1. Explicação das regras de funcionamento da empresa
     1.2. Missão e Visão
     1.3. Cultura e Regras
     1.4. Deontologia
     1.5. Protecção de dados
     1.6. Confidencialidade
 2. Padrões de Qualidade
 3. Normas do Sector
 4. Organograma
    4.1. Hierarquia
    4.2. Quem responde?
    4.3. Relações entre pessoas
 5. Produtos e Serviços
 6. Público Alvo
 7. Politicas de Pessoal
    7.1. Regulamentos disciplinares
     7.2. Horários
     7.3. Regime de faltas
     7.4. Férias e Feriados
     7.5. Atrasos
     7.6. Remuneração, regalias e prémios
     7.7. Regras de Higiene e Segurança no trabalho
     7.8. Vestuário
 8. Formação
 9. Segurança das instalações
 10. Equipamentos e instalações
 11. Entrega de materiais e equipamentos e responsabilização pelos mesmos
 12. Funções e plano de integração
     12.1. Descrição e debate sobre as funções e responsabilidades
     12.2. Plano de Delegação de Tarefas
     12.3. Responsabilidades Pessoais
     12.4. Responsabilidades partilhadas
 13. Integração e acompanhamento, com entrega estruturada de responsabilidades e delegação de actividades
 14. Acompanhamento e avaliação mensal, trimestral e semestral.

O facto é que o uso desta metodologia tem gerado sucessos enormes pois nos recrutamentos e integração com esta metodologia geraram empregos duradouros, níveis de produtividade elevados e satisfação dos meus clientes.

Armando Fernandes

Business Coach

quarta-feira, junho 12, 2013

9ª Edição - Workshop - Como criar e dirigir uma Equipa de Vendas - 26 de Junho 2013

Workshop para Empreendedores e
Directores Comerciais - 9ª Edição
“Como criar e dirigir uma Equipa de Vendas”

26 de junho de 2013
Das 14h05m às 18h45m
Em Torres Vedras
Temas a abordar:
- O Mercado
- As Vendas
- Identificação de Objectivos
- Competências de Liderança e Coaching
- Gestão de Contas
- As grandes contas
- Gestão de rotas
- Funções e disfunções na equipa dec vendas
- Direcção e Coordenação Comercial
- Ferramentas para medição de Resultados
- Recursos Humanos e Direcção Comercial
- Recrutamento e remuneração
- Gestão de Vendedores


Preço
70,00€ + IVA

OFERTA:
50% de desconto na inscrição da segunda pessoa
Para mais Informações:
Armando Fernandes — Business Coach
Rua Adriano Correia de Oliveira lote 21
Bairro Vila Morena
2560-619 Torres Vedras
Tlf: 261100003
Fax: 261100006
Tlm: 934515241
armando.fernandes@net.novis.pt
www.personal-business-coach.pt

terça-feira, fevereiro 12, 2013

17,5 Ideias para fazer crescer um negócio

17,5 Ideias para fazer crescer um negócio

A experiência que tenho no coaching e consultoria de negócios levou-me à presente reflexão que tenho todo o gosto em partilhar!
1.     Encontre o seu nicho de mercado.
Uma empresa pequena com recursos limitados, nomeadamente pouco capital e reduzido número de colaboradores deverá tentar perceber naquilo que faz de melhor, especializar-se em produzir ou fornecer algo de muito bom e procurar arranjar os clientes que necessitam dos seus produtos e serviços.

2.     A especialização pode ser uma vantagem comparativa.
As pequenas empresas têm de pensar na melhor forma de competir com os gigantes. Elas têm algumas vantagens competitivas, pois conseguem ter maior flexibilidade para responder rápida e eficazmente aos pedidos que lhe são feitos, assim como fornecer serviços devidamente personalizados!
3.     Crie produtos e serviços diferentes.
As pequenas empresas podem personalizar os produtos e serviços que executam realçando esse facto pois podem apresentar soluções à medida das necessidades dos clientes. Por isso se a PME estudarem a concorrência e conhecerem efectivamente as necessidades dos seus clientes podem oferecer coisas diferentes e personalizadas que encantam os clientes.
4.     Impressione os clientes. Fidelize-os!
Não é normal ter uma segunda oportunidade por isso a PME deve impressionar desde o primeiro momento, porque normalmente não tem uma segunda oportunidade.
Quero com isto dizer que desde o atendimento personalizado (presencial ou ao telefone), deverá ser preciso, coerente, e criar empatia. Por isso deverá melhorar todas as suas competências na arte do atendimento e envolvimento com os clientes.

5.     Cuide da sua reputação
É de facto imperativo que a sua reputação seja boa, não só como pessoa, mas também da empresa, pois nas PME a empresa confunde-se com os seus proprietários. Por outro lado a qualidade dos produtos e serviços deve ser elevada para que cada cliente seja uma máquina de referenciação da sua empresa.
6.     Procure a melhoria constante.
A falta de cuidado com a qualidade pode levar ao afastamento de clientes, por isso a preocupação de servir bem, com qualidade no tempo útil (considero o tempo útil quando o clientes tem necessidade do produto ou serviço). Junte a esta preocupação a inovação pois assim poderá ir buscar mais clientes e surpreender os actuais. Por outro lado para os produtos e serviços inovados, há menor concorrência e por isso podemos conseguir obter mais-valias significativas.
7.     Escute seus clientes com atenção.
Ouvir os clientes é a melhor forma de perceber o que eles necessitam. Por outro lado é forma de criar a empatia necessária para melhorar as vendas. Os clientes gostam de se sentir importantes e ao serem ouvidos sentem que nos preocupamos com eles.
O facto de nos focalizarmos nos clientes ajuda-nos no processo de fidelização, e torna-os numa ferramenta de marketing para a nossa empresa pois recomendam-nos aos seus amigos e parceiros
8.     Planeie e monitorize a execução do plano
Diz  Brain Tracy no livro ”que em “cada minuto gasto com planeamento se poupa dez minutos de execução”.
Ora um bom planeamento ajuda a aumentar a eficácia do que é realizado, e permite antecipar os êxitos, controlar os riscos.
Planear é preparar a viagem, monitorizar é acompanhá-la com o mapa (hoje com o GPS), verificando a todo o momento se estamos a aproximarmo-nos do objectivo.

9.     Inove.
Inove a sua loja, inove no atendimento, inove nos produtos e serviços. A inovação é o trampolim para a melhoria continua, e pode ser fundamental para melhorar a eficácia da sua produção assim como para a sua reputação.

10. Trabalhe de forma inteligente, saiba gerir o seu tempo
Como um empresário, você precisa possuir ego – confiança, mais um senso interminável de urgência desenvolver suas ideias. Por isso uma boa administração do tempo é fundamental para ter sucesso.

11. Saiba efectivamente qual o seu ponto de equilíbrio e diminua os seus custos fixos
É fundamental perceber quais são os seus custos fixo, arranjar forma de ajustar às necessidades de produção e venda de forma a conseguir melhorar a sua rentabilidade.

12. Controle financeiramente a empresa
Controle as necessidades de tesouraria e programe os seus pagamentos e seja mais exigente no que respeita aos recebimentos.

13.  Faça uma boa gestão do tempo  
Agende, reagende e planeie o seu dia de trabalho. Não consegue realizar tudo o que planeou. É verdade 99% dos empresários não o conseguem fazer. Mas aqueles que planeiam e controlam a execução do que planearam tem muito mais sucesso.

14. Recrute bem, integre e motive os colaboradores
É fundamental ir buscar os colaboradores que necessitamos, para fazerem aquilo que queremos que façam, no momento em que é necessário. Criar uma cultura de envolvimento dos colaboradores, nos resultados e desígnios da empresa.

15. Estabeleça uma política de parcerias
Não está sozinho no mundo por isso procure outros empresários como você e estabeleça parcerias, onde possam partilhar serviços e produtos, assim como fornecer serviços e produtos complementares.

16. Faça Network    
Uma “Network” é uma rede de contactos pessoais e profissionais organizada, e estruturada para criar ligações de pessoas, com a finalidade de promover o intercâmbio de informações, formação e ajuda ao desenvolvimento de negócios.
Uma rede de contactos é uma das formas mais eficientes de relacionamento profissional, pois permite conhecer pessoas, cimentar relações e criar mecanismos de confiança favoráveis ao desenvolvimento de negócios e promoção do mercado de trabalho.

17. Obtenha Lucros
Como dizia Samual Gompers, em 1908, “o pior crime para os trabalhadores é o empresário falhar na obtenção de lucro”.

17,5 A ideia 17,5 é a aplicação prática de todas as anteriores

terça-feira, julho 10, 2012

Liderança

Tenho realizado nos últimos meses diversos seminários sobre empreendedorismo, vendas, gestão do tempo, gestão de equipas aqui na nossa região oeste.

Tenho sido muitas vezes questionado sobre as qualidades que deve assumir um líder e como é que ele deve actuar.

Procuro dar respostas simples e que sejam de fácil compreensão para os participantes nestes eventos, e por isso no último seminário dei como exemplo de um Líder a pessoa do maestro de uma orquestra sinfónica ou de um coro, transmitindo ao auditório que um líder tem de ser um chefe que transmita a sua visão e interpretação da obra.

Fui questionado por um dos participantes, que me indicou que a definição que tinha apresentado se aproximava mais da de um ditador, tive de concordar em parte pois tinha evidenciado algumas características de um ditador. 

Perguntei-lhe então que características encontrava num ditador, e o participante no seminário respondeu-me, que um ditador era:
- alguém que mantêm os seus empregados sob vigilância constante;
- alguém que controla até ao mais ínfimo pormenor o tempo dos seus empregados (nas refeições, casa-de-banho, pausas para café;
- pessoa autoritária que obriga os empregados a fazer tudo o que mandar, dando-lhes prazos impossíveis de cumprir;
- pessoa que os obriga a trabalhar fora de horas com ameaças;
- que lhes controla os telefonemas, mails, etc.
- que coloca câmaras de vigilância para controlar o que estão a fazer;
- prepotente, desagradável e incapaz de ouvir os seus colaboradores.

Eu acrescentei como de definição de líder ditador uma pessoa que impõe a todo o custo as suas ideias. 

Perguntei então ao auditório quais os resultados que obteria um líder com este tipo de comportamento. Concluímos então que com estes comportamentos seria impossível desenvolver um trabalho motivador e a única coisa que se conseguia era conquistar cada vez mais inimigos e anticorpos para o “tramar”. 

No entanto a minha perspectiva é que o líder deverá ser essencialmente um CONDUTOR. 

No caso do Maestro por ter conhecimento da melodia, dos instrumentos e das vozes, sabe como combinar os saberes e habilidades dos seus músicos conduzindo-os à criação musical de acordo com as regras constantes nas partituras, criando uma cadência, uma comunhão coerente e harmoniosa em suma a música. 

Por isso o Maestro é fundamentalmente um condutor.

No meio empresarial o líder deve comportar-se como um Maestro Condutor, isto é como alguém que conhece a equipa, que sabe os valores individuais, sabe fazer-se respeitar, conhece e define e controla as regras do jogo, sabe como utilizar o tempo e orienta a equipa para os resultados.

Ser líder como o tal Maestro é saber como construir uma equipa em que cada um dos membros conheça as suas competências, o seu papel e as regras para se comportar como um conjunto, e o segredo do líder é conseguir extrair excelência no desempenho conjunto.

Muitas vezes, as pessoas não dão o seu melhor e cometem erros, o papel do líder não é atribuir culpas para os desempenhos mais fracos mas conseguir ser o encorajador, o professor, o Treinador para que se atinjam resultados surpreendentes.

Sabemos que obtivemos resultados surpreendentes no final da actuação, com os aplausos e felicitações. Não podemos esquecer que estes resultados são o produto do trabalho diário e da colaboração construtiva de todos os membros da equipa focalizados no objectivo final.

Quando falo de melhores resultados empresariais, falo também de vendas, e muitas vezes verifico que há uma demasiada concentração nos aplausos e/ou assobios na performance de este sector da equipa, o verdadeiro líder condutor deverá ter em conta que os resultados deste sector da equipa depende muitas vezes da forma em como estão sistematizados e são orientados os outros sectores da empresa (contabilidade, produção, serviços ao cliente, etc.). 

Ser líder é muito mais do que ser chefe. Um chefe está muitas vezes ocupado e aplica o seu valioso tempo em imensas tarefas e também coordena a equipa. 

Um líder deverá ser muito criterioso no investimento do seu tempo. Deverá investi-lo no seu desenvolvimento pessoal, a estudar e a preparar-se para conduzir incentivar a sua equipa a melhores resultados. 

Ser líder é ter ter visão, saber interpretar o que acontece, partilhar e transmitir aos membros da equipa qual o objectivo. Deverá também assumir o sentido prático de por a equipa em acção por isso não deve trabalhar sozinho, deverá delegar poderes e criar novos líderes. 

Considero que a liderança pode ser aprendida, admito que toda a gente nasce com algumas capacidades de liderança, no entanto nem sempre as desenvolve. Por isso entendo que quem quer ser líder ou tem de assumir liderança deverá desenvolver um conjunto de competências pessoais, alterar alguns dos seus paradigmas e modificar a sua atitude para liderar melhor.

Por isso sugiro a leitura de livros, a visualização de filmes, a audição de CD, a participação em seminários, e o apoio técnico de alguém que o ajude a criar e a desenvolver um Plano para a melhorar as suas capacidades de liderança. 

Armando Fernandes
Business Coach